Mudanças no Calendário de Vacinas e o que isso Significa para pais e filhos

Mais um ano começou, e com ele vieram várias mudanças. Algumas delas não vão fazer muita diferença na nossa vida diária, mas tem pelo menos uma dessas mudanças que vale a pena prestar atenção, principalmente se você é mãe ou pai de uma criança ou adolescente: a mudança no Calendário de Vacinas anunciada pelo Ministério da Saúde.

Qual a importância de vacinar seus filhos:

Podem existir por aí pessoas que não acreditam que as vacinas funcionem, mas também existem muitos estudos que mostram que as vacinas ajudam SIM a prevenir doenças, algumas mudam de ano a ano, como a da gripe, e algumas que previnem doenças muito mais graves, como a poliomielite, a hepatite e o HPV. Cada ano surge novas vacinas como a da Dengue que será lançado em 2016.

O que a vacina faz é ajudar o sistema imunológico da criança, ou seja, a parte dela que combate uma futura doença, a criar anti-corpos para doenças que ela nunca teve contato. Os anti-corpos são os responsáveis por matar os vírus e bactérias que causam doença, mas em muitos casos a criação de um anti-corpo específico para combater uma doença é muito lenta, o que faz com que os sintomas apareçam, o que pode trazer conseqüências graves, dependendo da doença.

Com as vacinas, o corpo do seu bebe se prepara para acabar com a doença antes de ela chegar perto, ajudando seu bebe a se manter saudável e feliz.

Ao seguir o calendário de vacinas você está colocando a saúde do seu bebê em primeiro lugar, e como mãe, isso é com certeza motivo suficiente para vacinar seu bebê e seguir as indicações médicas.

Além disso voce como mãe estará economizado tempo e dinheiro. Ao evitar doenças quantas visitas ao médico, posto de saúde e gastos em farmácia serão evitados....Por tudo isso vale a pena seguir o calendário de vacinação do Ministério de Saúde.

O que muda com o novo calendário

Se você como eu sempre se preocupou com a vacinação de seus filhos e tem marcadas todas as datas das próximas vacinas de seu bebe, aqui vai um breve resumo do que mudou com esse novo calendário:

Poliomielite
Como era: injeção aos 2 e 4 meses e gotinha aos 6 meses. 2 doses de reforço aos 15 meses e aos 4 anos (ambas de gotinha).
Como fica: A terceira dose passa a ser como as duas primeiras, em forma de injeção.

Pneumonia
Como era: 3 doses  (2, 4 e 6 meses de idade) e reforço entre 12 e 15 meses.
Como fica: 2 doses - aos 2 e 4 meses e apenas um reforço aos 12 meses.

Meningite
Como era: 2 doses, aos 3 e 5 meses de idade, com reforço aos 15 meses.
Como fica:2 doses, aos 3 e 5 meses de idade, com reforço agora aos 12 meses.

HPV
Como era: 2 doses para meninas de 9 a 13 anos com intervalo de 6 meses; 3ª dose 5 anos depois.
Como fica: 2 doses com intervalo de 6 meses para meninas de 9 a 13 anos; sem terceira dose.

Essas mudanças foram feitas depois de vários estudos que indicam um funcionamento melhor das vacinas.

Abaixo temos a tabela de vacinação completa, mostrando já todas essas mudanças.

 

 

Abaixo segue com mais detalhe:

 

Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm)


Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP)

 

Assim como as vacinas ajudam seu bebe a crescer feliz e saudável, as roupas Be Little dão proteção, conforto, aconchego e carinho para seu bebe, assim ele fica confortável mesmo na hora de tomar injeção.

Uma linha de pijamas da Be Little utiliza um tecido que mantém a temperatura do corpo do bebe, são antibactericida, protegem dos raios ultra violeta....tudo isso para proteger o seu bebe sempre mais.....

Feliz 2016 para todas a mamães e filhos do Brasil.

Lu Bechara