Muitas famílias hoje em dia escolhem ter apenas um filho. Outras, por outro lado, sabem desde o começo que querem uma família grande, com mais de um filho. Independentemente de qual seja o seu caso, a chegada de mais um bebê na família pode ser um momento frustrante e turbulento para o(s) filho(s) mais velho(s). Pensando nisso, aqui vão algumas dicas de como preparar seu filho para a chegada do irmãozinho mais novo:


- Converse com seu filho o quanto antes. Se você está planejando ter um segundo filho, pode perguntar o que seu primogênito acha de ter um irmãozinho antes mesmo de engravidar. Se a resposta for negativa, você já pode começar a explicar todas as vantagens de se ter um irmão ou irmã, assim o mais velho já começa a se acostumar com a ideia.

-Inclua o mais velho o máximo possível. Desde o momento em que a gravidez é descoberta, você já pode incluir seu filho, pedindo a opinião dele com nomes, roupas, brinquedos, berço... quanto mais o primeiro filho for incluído nas decisões, mas ele vai perceber que a chegada do irmão não vai fazer você esquecer ou deixar de amar ele.


-Não deixe para fazer grandes mudanças na vida do seu filho para depois da chegada do bebê. Se você for mudar ele de escola, de quarto, de cama, tirar fralda, desmamar... todas as grandes mudanças devem ser feitas antes da chegada do bebê, assim seu filho não vai associar essas mudanças com o irmão. Explique, tanto quanto for possível, que as mudanças estão acontecendo por que ele está crescendo, mostre pra ele que essas mudanças de forma alguma querem dizer que você vai esquecer ou deixar de amar seu filho.

-Prepare o quarto do bebê com antecedência. Se essa já é uma dica importante com o primeiro filho, ter certeza que você terá espaço suficiente para o novo bebê é ainda mais importante. Principalmente se seus filhos forem dividir o quarto. Quanto antes você começar os preparativos, mais tempo seu primogênito vai ter para se acostumar com a ideia de dividir o quarto, os brinquedos e os pais.

-Leve seu filho junto em algumas consultas pré-natais, ouvir o coração do irmãozinho, ou vê-lo no ultrassom ajuda a criar um vinculo afetivo com o irmãozinho mesmo antes de ele nascer. Deixe que ele escolha algumas peças de roupas ou brinquedos, mesmo que sejam coisas que você não teria escolhido. Se sentir incluído nessas atividades com certeza vai mostrar para seu filho que o irmãozinho não está vindo para tomar o lugar e a atenção dele.

-Aprenda a dividir seu tempo e sua atenção. Um dos motivos mais comuns para os filhos mais velhos começarem (ou voltarem) a fazer birra com a chegado do irmão mais novo é a falta de atenção dos pais. Isso não quer dizer que você está deixando seu filho mais velho de lado. A sua atenção, cuidado e carinho precisa ser dividida entre as duas crianças, que precisam de atenção e cuidados diferentes, e o bebê que acabou de chegar vai ser o centro das atenções da família, o que pode causar ciúmes, cenas de birra e teimosia.


Seu filho mais velho pode adorar a ideia de ter um irmãozinho, até o irmãozinho chegar e nada ser como ele esperava. Muitas crianças acham que ter um irmãozinho é como ter um amiguinho de escola, que vai chegar já do tamanho dele e vai poder brincar com ele imediatamente. Você pode explicar, já durante a gravidez, que o bebê está crescendo dentro da barriga e que mesmo quando nascer ainda vai precisar crescer antes de poder brincar de tudo que seu filho mais velho já brinca. Contar histórias e mostrar fotos de recém-nascido do mais velho pode ajudar seu filho a entender melhor que o irmãozinho não vai chegar do tamanho dele.

O mais importante é saber dividir sua atenção e carinho entre as duas crianças, apoiando e cuidando dos dois. Sempre que possível, escolha um momento durante o dia para dar toda a sua atenção a apenas um dos filhos, mesmo que sejam apenas 5 minutos. Isso vai ajudar seu filho a perceber que ele continua sendo amado, e vai ajuda-lo a dividir atenção, brinquedos e a compartilhar de uma vida saudável e feliz ao lado do irmãozinho.