Kit Maternidade Be Little para Empresas - Benefício para o Colaborador

Em um ano tão "conturbado" como foi em 2015 muitas empresas se perguntam se devem ou não oferecer mais um benefício para o seu colaborador. Não creio que exista uma resposta única, mas várias respostas que evidenciam a realidade de momento de cada empresa.

Pelo foco financeiro e de custos, muitas empresas irão escolher a resposta não,  já que as perspectivas de crescimento e vendas para 2016 não são positivas.

Pelo foco de gestão de RH, pode haver aqueles defensores de que mais um benefício pode gerar mais comprometimento e engajamento por parte dos colaboradores.

Eu particularmente defendo uma posição híbrida entre as duas posições. Esta idéia  se baseia na premissa de que toda empresa em 2016 precisará ter mais produtividade, maior envolvimento de seus colaboradores e maior entrega de todos para que a empresa possa vender mais com custos menores. Como conseguir  isso?

A 1a análise a ser feita pela empresa é se ela precisa de toda a estrutura de pessoas que hoje possui na sua empresa para 2016? Algum processo pode ser revisto? Alguma atividade pode ser descontinuada?. A implementação de um software ou equipamento pode ser feito em algum processo da empresa?....Uma reengenharia de processos e atividades onde se possa cortar gorduras e talvez alguns colaboradores cuja atividade não é essencial para o core business da empresa, mas represente uma economia no custo operacional da empresa. Esse é vetor da análise econômico/financeira.

Mas uma empresa vive essencialmente de pessoas. Não existe processo, marca, produto sem seres humanos produzindo e consumindo esta marca ou produto ou serviço. Nesta linha deve entrar uma gestão de RH que crie mecanismos de fortalecimento do vínculo emocional do colaborador com a empresa. Neste sentido qualquer empresa vai precisar deste sentimento positivo dentro de cada colaborador para que ele se comprometa mais e queira que a empresa economize mais e venda mais....principalmente em 2016.

Como fortalecer este "vinculo emocional"? Também não existe uma regra fixa, mas uma análise de práticas de benefícios que existem no mercado e que a empresa possa oferecer aos seus colaboradores sempre vinculados a metas atingidas por setor ou objetivos finais de resultados de vendas e custos da operação. Um benefício que tem bom apelo para empresas do Nordeste pode não criar o mesmo apelo numa empresa do Rio Grande do Sul. O que motiva um gerente, nem sempre motiva um operário porque as necessidades e percepções são distintas....enfim são análises que a equipe da área de RH pode fazer no mercado ou em outras empresas (Benchmarking)  para avaliar o sucesso destas políticas.

Neste sentido a Be Little procura contribuir com a política de benefício das empresas através do kit maternidade. Este kit é um "presente" que a empresa oferece ao colaborador(a) quando do nascimento de um filho. O impacto desse presente esta acima do valor econômico dele, mas no valor sentimental que gera dentro de casa, junto a família e aos bons sentimentos que são nutridos nesta fase da vida do colaborador(a). Cria um envolvimento maior entre o colaborador e a empresa, na medida que ele se sente mais parte da família da Companhia e portanto mais motivado para oferecer e se entregar por ela, caso seja requisitado para tal. Este benefício pode ser oferecido para a colaboradora que fica grávida ou para a esposa grávida do colaborador.

A Be Little tem oferecido este kit há mais de 8 anos no mercado para empresas como Banco BNDES, Gerdau, New Holland, Perkons, ADP, etc.

O kit maternidade Be Little é um projeto 100% customizado por empresa. A empresa escolhe o tamanho do kit, quantidade de peças, valor do kit, tamanho das roupas (desde prematuro até 8 anos), por sexo da criança, embalagem, etc. Temos kits desde R$ 50,00 até R$ 1.000,00. O formato do kit se baseia na política de benefícios da empresa e o objetivo desta política ao aplica-la para os seus colaboradores. Somos especialistas no assunto e podemos ajudar a empresa a formar o kit que melhor vai atender os interesses da empresa. Não tem uma quantidade mínima de compra e a compra é feita diretamente com quem fabrica.

Em 2015 as empresas caminharam no sentido de ter menos colaboradores para reduzir custos fixos. Estamos perto de definições na campo político que vai permitir as empresas voltarem a planejar seu futuro. Todas as empresas serão obrigadas a voltar a motivar a sua equipe em 2016 para que tenham mais engajamento e produtividade. Chega um momento que os cortes e ajustes já foram feitos e neste contexto o kit maternidade Be Little é uma excelente ferramenta de gestão de RH e o melhor de tudo não é um benefício que se aplica todos os meses, mas somente poucas vezes na vida de um colaborador....portanto é barato perto do benefício gerado.

Se quiser mais informações sobre o kit maternidade mande um email para comercial@belittle.com.br - atenção de Hugo. Ele terá o maior prazer em atender sua empresa.

Lu Bechara