Você já pegou seu filho roendo as unhas? Chupando o dedo? Colocando o dedo no nariz? Ou enrolando o cabelo no dedo? A maior parte das crianças tem pelo menos um desses hábitos em algum momento da infância.

Roer as unhas, chupar o dedo, colocar o dedo no nariz e enrolar o cabelo no dedo são hábitos que, em geral, demonstram algum tipo de ansiedade. Na maior parte dos casos a criança nem percebe que o que está fazendo, distraído com a televisão, com sono, ou nos minutos antes de dormir. E o importante aqui é perceber quais os momentos seu filho está mais propenso a continuar com este hábito e que situações aumentam ou diminuem frequência dele.

Enrolar o cabelo é, geralmente, um hábito relacionado à ansiedade e ao estresse. É mais comum aparecer nas meninas pelo simples fato de que, normalmente, as meninas possuem cabelos mais longos, que permitem o hábito. Contanto que a criança não comece a arrancar os cabelos, este é um hábito relativamente benigno e que provavelmente vai sumir com a idade.

É sempre bom ficar de olho, já que este é um sintoma comum da ansiedade. Se for este o caso, vale tentar descobrir o que está causando a ansiedade, tratando a causa, a criança provavelmente vai diminuir ou acabar com o hábito sem necessitar de uma intervenção mais forte dos pais.

Colocar o dedo no nariz, por mais nojento que possa ser, também tem suas razões de ser. As primeiras vezes que seu filho colocou o dedo no nariz foi, provavelmente, por curiosidade. Uma parte essencial do crescimento é o conhecimento pelo tato, a criança precisa sentir com as mãos tudo ao redor delas e, também, sobre si mesma. Colocar o dedo no nariz é apenas mais uma parte desse conhecimento. Quando o ato de colocar o dedo no nariz passa a ser um hábito, você provavelmente vai perceber que isso acontece ou em momentos de ócio (quando a criança está parada assistindo televisão, por exemplo) ou quando a criança está passando por algum momento de ansiedade.

Mudança de casa, de escola, divórcio dos pais, luto na família... são todos motivos que podem criar ou aumentar o hábito da criança. Crianças que sofrem de alergia também tendem a criar este hábito, já que alergias, assim como o ar muito seco, tende a ressecar o nariz, o que cria uma casquinha que deixa a sensação de que se tem algo no nariz, o que faz com que a criança coloque o dedo no nariz.

Em casos como estes, brigar e punir não é o caminho certo para fazer seu filho parar com este hábito, e pode ter o efeito contrário, já que a criança vai ficar ainda mais ansiosa. Você pode conversar com seu filho para tentar descobrir a causa da ansiedade, ou oferecer uma bolinha de borracha, massinha de modelar ou um brinquedo macio para que ele ocupe as mãos na frente da televisão ou antes de dormir.

Este hábito provavelmente vai sumir com a idade, ou pela influencia dos coleguinhas quando a criança entra em idade escolar.

O mesmo vale para as crianças que roem as unhas. Este é também um hábito relacionado à ansiedade e ao estresse. Para ajudar seu filho a parar de roer as unhas, você deve primeiro conversar com a criança para tentar descobrir qual os motivos do hábito, em seguida você pode combinar algum sinal, um toque no ombro, uma palavra para chamar a atenção da criança para o que ela está fazendo. Se a criança em questão é uma menina, você pode pintar a unha dela, fazendo uma francesinha ou colocando algum detalhe que ajude a criança a não roer as unhas. O uso de esmaltes com gosto ruim também pode funcionar, mas preste atenção nos ingredientes, esmaltes com pimenta podem irritar os olhos se a criança passa a mão sobre eles.

Chupar o dedo também é um hábito muito comum entre as crianças, esse hábito vem desde antes de ela nascer, ainda na barriga da mãe, e pode continuar por grande parte da infância. Existem alguns problemas dentários relacionados ao hábito de chupar o dedo (ou uma chupeta) mas vale a pena prestar atenção na intensidade do movimento da criança ao chupar o dedo, já que quanto mais intenso maior a chance de causar algum problema na arcada dentária, principalmente quando os destes permanentes começam a nascer.

Assim como colocar o dedo no nariz, roer as unhas ou chupar o dedo, gritar ou punir a criança por este hábito não é a maneira certa de acabar com ele. Estes são hábitos ligados ao sentimento de conforto e segurança, por isso a punição vai parecer injusta aos olhos da criança. Demonstrar muito o seu nojo ou irritação pelo hábito também pode ter o efeito contrários, já que tirar qualquer reação de um adulto pode fazer com que a criança queira causar essa reação e continue com a ação de propósito.

Enquanto o hábito não causar danos à criança, ou seja, não causar sangramento no nariz, não roer as unhas até ficar com os dedos doloridos ou sangrando e não arrancar os cabelos, você pode manejar o hábito conversando e avisando a criança do que ela esta fazendo. Se, por outro lado, você perceber algum dos sintomas mais sérios relacionados acima, é importante consultar um pediatra, ou dentista pediátrico (no caso do hábito de chupar o dedo), para que o médico possa avaliar a situação e propor o melhor método para combater a causa do hábito e o próprio hábito.

A Be Little se preocupa com seu filho e quer ajudar você a cuidar dele com todo amor e carinho. Para isso, toda a nossa linha de roupinhas é feita com cuidado, utilizando apenas os tecidos mais macios e confortáveis. Nossos bodies e macacões são fáceis e práticos na hora de vestir e de trocar e nossos conjuntos e pijamas são super confortáveis e deixam a criança se movimentar livremente. Aproveite o RED CHRISTMAS com promoções incríveis com até 70% de desconto.