Não existe nada mais incrível do que ver seu filho crescendo, se desenvolvendo e aprendendo. Conforme seu filho vai crescendo, você começa a notar preferencias e vontades, aos poucos você consegue ver a personalidade do seu filho se formando. A cor preferida, se prefere desenhar ou brincar com jogos, a comida preferida e tantas outras pequenas coisas que vão se apresentando à você enquanto seu filho aprende sobre o mundo em volta dele.


Muitos pais não descobrem se o filho é destro ou canhoto até que ele esteja em idade escolar, começando a aprender a ler e escrever. Isso não quer dizer que você não observou seu filho o suficiente, já que a grande maior parte das crianças não dá preferencia para uma das mãos até os 4 ou 5 anos de idade, e algumas continuam utilizando as duas mãos igualmente mesmo depois de aprenderem a escrever.


Cerca de 4% das crianças são canhotas, e mesmo existindo um componente genético, ter um ou os dois pais canhotos não faz com que um filho seja necessariamente canhoto. Em ambos os casos, é importante entender que, como pais, seu principal trabalho é cuidar de seu filho da melhor maneira possível, e isso inclui ajuda-lo a descobrir como fazer as coisas por si mesmo, seja em tarefas aparentemente simples como segurar um lápis, ou em coisas mais complicadas como amarrar os sapatos.


Seu apoio e paciência na hora de ensinar é essencial para que seu filho consiga crescer de forma saudável. Canhoto ou destro, ajudar seu filho a se alimentar, a desenhar, escrever ou mesmo chutar uma bola é uma das tarefas mais importantes que você vai ter como pai ou mãe. Seu apoio incondicional e muita paciência vão ajudar seu filho a entender como o mundo funciona e a melhor maneira de crescer, aprender e se desenvolver.


No próximo post vamos dar algumas dicas de como ajudar seu filho canhoto a crescer e se desenvolver sem problemas. Até a próxima!

Meu Filho É Canhoto? (parte 2)