Neste domingo, 14 de agosto, comemoramos o Dia dos Pais.

 

Ser pai é, tecnicamente, dividir DNA com a mãe para criar um novo ser humano. Mas a verdade é que ser Pai é uma tarefa muito mais difícil e muito mais complexa. Ser Pai é saber que, desde antes do nascimento do bebê, você é responsável por um novo ser humano. É entender que com a chegada do primeiro filho, sua vida não será mais como era antes. É ter sua visão de mundo completamente mudada ao segurar, pela primeira vez, seu filho nos braços.

Ser Pai é aprender com os erros, é aprender ensinando, é ajudar uma criança a se desenvolver e a se tornar um adulto. É cuidar do filho com amor e paciência. É ver seu bebezinho crescer e estar presente em todos os grandes momentos da vida dele. É ver os primeiros passos, ouvir as primeiras palavras, apreciar os primeiros desenhos, ensinar a andar de bicicleta, ajudar com a lição de casa, discutir futebol, assistir a apresentações de escola...

Ser Pai é estar presente, tanto quanto possível, na vida do filho. Apoiando e ensinando. Ajudando ele a levantar quando a vida o derruba. É aprender qual o momento de escutar e quando disciplinar. É descobrir qual o castigo certo para cada travessura, e que palavras de carinho podem ter o mesmo efeito em uma determinada situação.

Ser Pai vai muito além do que passar seu DNA para uma nova geração de seres humanos. Ser Pai é ajudar a melhorar o mundo ao criar e educar uma nova pessoa.

Ser Pai é estar por perto, mesmo quando o filho só quer ficar com os amigos. É olhar para o filho e saber que, independente da idade, você vai se preocupar com ele para sempre. É ter sua vida mudada para acompanhar cada fase da vida do filho, mudando rotinas e caminhos a cada nova aula de piano ou judô, balé ou natação, aceitando as mudanças e fazendo delas o melhor possível.

Ser Pai é ajudar na formação de uma nova pessoa e, quando ela estiver pronta para sair pelo mundo por conta própria, perceber que fez todo o possível para ajudar e apoiar o filho. E que mesmo quando isso nem sempre parece ser suficiente, ser Pai é saber que conseguiu demonstrar ao seu filho todo o amor que você sente por ele, com palavras e gestos, e que mesmo vendo seu filho dar os primeiros passos com suas próprias pernas, você estará lá, pronto para ajudá-lo a se levantar novamente se ele cair, e pronto para comemorar cada nova vitória e cada nova conquista.

Para ser Pai são necessárias poucas coisas: amor, paciência e coragem. O amor surge por conta própria, com a descoberta de que se é pai, ao segurar o filho pela primeira vez ou com o primeiro sorriso. A paciência vai surgindo aos poucos, com a necessidade de saber aceitar os erros (seus e do seu filho). E coragem, para conseguir dar os primeiros passos nesse novo mundo que surgiu a sua frente com a chegada do filho.

Feliz Dia dos Pais para todos os Pais, com P maiúsculo, que são Pais de verdade, que amam seus filhos e que só querem o melhor para eles. Que estão presente tanto quanto podem na vida dos filhos, e que estão sempre prontos para apoiar, brigar ou incentivar. A vocês, Pais, desejo que seus filhos possam vê-los como são de verdade, homens corajosos que fazem de tudo para cuidar de seus filhos e que demonstram seu amor em cada gesto e em cada palavra. Que o dia de vocês seja maravilhoso, cheio de comemorações, abraços e beijos. Parabéns.