Destro ou Canhoto?

Como mãe ou pai de um bebê, você se preocupa com ele o tempo todo. Será que ele está com frio? Com calor? Com fome? Com sede? Precisa trocar a fralda? Está com sono? Por que está chorando? Por que não está chorando? E talvez em algum momento você já tenha parado pra pensar: será que meu bebê vai ser destro ou canhoto?

Pode ser que você nunca tenha pensado nisso, ou talvez você fique observando seu filho, tentando adivinhar a resposta. Em todo caso, descobrir se seu filho é destro ou canhoto é uma tarefa que pode demorar alguns anos para ser descoberta com certeza. A maioria das crianças só começa a dar preferência a uma das mãos entre os 2 e 4 anos, e outras podem continuar a usar as duas mãos até o inicio da alfabetização, e só então começar a dar preferência a uma das mãos.

Talvez você nunca tenha pensado nisso porque a grande maioria das pessoas que você conhece são destras. Apenas 1 em cada 10 pessoas são canhotas, e por isso nem todo mundo se preocupa com qual será a mão dominante do seu filho.

Por muito tempo ser canhoto foi visto como um problema, quase uma doença. Os pais e professores chegavam a amarrar a mão esquerda da criança nas costas dela, ou bater na mão da criança toda vez que ela demonstrava preferir usar a mão esquerda. Hoje já se sabe que ser canhoto não é realmente uma escolha, estudos indicam que essa é uma característica genética que se desenvolve já no útero.

 Crianças com pais canhotos tem 50% a mais de chance de também serem canhotas. Se apenas 1 dos pais é canhoto, a criança tem 20% de chance de ser canhota. É importante ressaltar que ser canhoto não é uma doença nem uma escolha. Ser canhoto ou destro é uma predisposição genética, e tentar obrigar ou incentivar seu filho a utilizar uma das mãos mais do que a outra pode trazer problemas motores e de aprendizado.

Até os 2 anos de idade é muito difícil prever qual será a mão dominante. Se seu filho utilizar apenas uma das mãos para pegar coisas ou se apoiar nos primeiros 2 anos de vida dele, é bom conversar com seu pediatra para avaliar se seu filho não está exibindo sintomas de problemas motores. Entre os 2 e 4 anos, seu filho pode começar a demonstrar ter uma das mãos dominantes, preste atenção com que mão ele se apóia para levantar, que mão usa para comer, segurar o copo, pegar uma bola, que pé ele usa pra chutar a bola, pra pisar em alguma coisa, pra começar a subir uma escada. Todas essas situações podem indicar qual o lado dominante do seu filho.

Existe também uma terceira possibilidade. Muitas crianças são ambidestras, ou seja, conseguem utilizar as duas mãos com a mesma facilidade e não dão preferência a uma ou outra mão. Isso pode mudar durante a alfabetização, a criança pode começar a mostrar preferência por uma das mãos na hora de escrever, outras crianças podem continuar utilizando as duas mãos da mesma maneira enquanto outras podem começar a utilizar uma das mãos mais do que a outra a partir deste momento.

Ter maior facilidade para escrever ou desenhar com uma das mãos pode ser o fator que irá demonstrar se seu filho é destro ou canhoto. Mas independentemente de qual lado é dominante em seu filho, vale lembrar que isso é apenas mais uma característica dele e de que não se deve forçar a criança a usar mais a mão direita ou esquerda. Brigar com seu filho por ele ser destro ou canhoto, além de poder causar problemas de aprendizado, pode atrapalhar o desenvolvimento motor e emocional do seu filho.

Se seu filho for canhoto, vale a pena ler sobre o assunto e encontrar lojas especializadas para canhotos. O mundo é feito para os destros, então muitos objetos que usamos diariamente podem não ser facilmente utilizados pelo seu filho canhoto. Avise na escola de seu filho se você notar que ele dá preferência pela mão esquerda, assim os professores podem ajudar, principalmente no inicio da alfabetização.

Lápis triangulares ou de 6 lados podem ser mais fáceis de segurar e utilizar do que um redondo, canetas que secam rapidamente podem ajudar, já que na hora de escrever um canhoto passa a mão por cima do que acabou de escrever podendo sujar a página e a si mesmo. Utilizar tesouras comuns podem ser um grande desafio. O mais importante nesses momentos de aprendizagem é ter paciência, estar disposta a ajudar e a apoiar. Se você demonstrar impaciência ou frustração, seu filho irá perceber isso e se sentir frustrado, o que pode fazer com que ele perca o interesse por aprender.

Ser canhoto é tão natural quanto ser destro, por isso, se você tiver mais de um filho e apenas um deles for canhoto, trate-o da mesma maneira que você trata seu(s) outro(s) filho(s). Ensine com amor e paciência. Respeite essa característica e tente ajudar seu filho a se adaptar a um mundo que ainda não foi feito com ele em mente.

Se você realmente quer saber o mais cedo possível se seu filho é destro ou canhoto, você pode observar que mão ou pé seu filho utiliza mais em algumas situações diárias: preste atenção em qual mão ele usa para abrir portas, segurar o copo, pegar uma bola, que pé usa pra chutar a bola, ou no primeiro degrau de uma escada. Se ele consistentemente usa um dos lados mais do que o outro nestes momentos, você pode ter uma boa idéia de qual é o lado dominante do seu filho.

Mas se você não conseguir dizer nos primeiros anos de vida do seu filho se ele é destro ou canhoto não se preocupe, o mais importante, afinal, não é se o seu filho é destro ou canhoto, e sim estar sempre pronto a ajudá-lo a se desenvolver e a aprender. Se ele vai abrir a porta com a mão direita ou esquerda é apenas mais uma das muitas características que vão fazer do seu filho a criança que você ama.

A Be Little se preocupa com todos os momentos do seu filho, com os momentos de brincadeira, de passeio e de aprendizado. Nossa linha básica de moletinhos e camisetas é ótima para usar na escola ou na creche, enquanto nossa nova coleção de outono/inverno tem casacos, blazers, Cardigans e conjuntos que vão deixar seu filho quentinho e confortável para brincar ou passear mesmo nos dias frios de inverno.