Todo mundo já ouviu dizer que grávidas devem comer por dois. Isso não é exatamente verdade, pelo menos não da forma como se entende essa frase. Durante a gravidez, a futura mamãe precisa sim cuidar do que como, e do quanto come, mas o mais importante não é a quantidade de alimentos e sim a qualidade deles. Se você está tentando engravidar, pode começar a cuidar da sua alimentação antes mesmo de descobrir se está ou não grávida, já que a ingestão de vitaminas e nutrientes nas primeiras semanas de gestação são muito importantes para a formação do seu bebê.

Se, por outro lado, você não estava tentando engravidar, mas se descobriu grávida, não se desespere. Procure seu ginecologista ou obstetra assim que descobrir a gravidez para ver que tipos de vitaminas e minerais você mais precisa repor em seu organismo.

O acompanhamento médico durante toda a gravidez é muito importante. E uma visita a um nutricionista pode ser recomendado, principalmente se você for vegetariana, vegana, tiver diabetes ou histórico de diabetes gestacional, hipertensão, sobrepeso, peso baixo ou outros problemas de saúde, esse acompanhamento médico e nutricional é ainda mais importante.

Ácido fólico, ferro, cálcio, vitamina C, vitamina D, proteína, carboidrato... são todas palavras que você vai ouvir muito durante a gestação. Estes devem ser as estrelas principais em seu cardápio, e você com certeza vai conhecê-los a fundo até depois do nascimento do seu bebê. Seu médico provavelmente vai te indicar um suplemento de vitaminas e minerais, principalmente nos primeiros meses de gravidez, mas provavelmente até depois do nascimento do bebê.

É normal engordar durante a gravidez, principalmente no ultimo trimestre. Não se preocupe tanto com o ganho de peso, ganhar entre 8 e 15 quilos durante a gravidez é normal e saudável. Isso significa que seu bebê está crescendo e se desenvolvendo. Se, por outro lado, você perceber que está ganhando muito peso no primeiro trimestre, conversar com um nutricionista e cuidar um pouco mais da alimentação pode ser necessário.

O primeiro trimestre é, normalmente, o trimestre do enjoo. O seu corpo está mudando rapidamente para aceitar e sustentar a presença do seu bebê, o que causa um desequilíbrio químico e hormonal, que causa o enjoo. Tentar comer carboidratos leves a cada 3 horas pode ajudar com o enjoo e manter suas energias em alta. Ficar muitas horas de estomago vazio pode piorar o enjoo, assim como comer comidas muito pesadas.

Aliás, fazer 6 ou 7 pequenas refeições por dia é recomendado durante a gravidez, em vez de três grandes refeições como é tradicional. Ao fazer isso seu corpo tem tempo de digerir e processar os nutrientes sem que você fique com fome nos intervalos. Isso também ajuda com o enjoo nos primeiros meses e com os desejos que começam no segundo trimestre. Você se sente satisfeita por mais tempo e vai ingerindo tudo que seu bebê precisa para crescer e se desenvolver.

O mais importante é ter uma alimentação saudável, balanceada e diversificada. Frutas, verduras, carnes e laticínios devem fazer parte da sua dieta. Mas alguns cuidados devem ser tomados:

- Cozinhe bem peixes, frutos do mar, carnes, aves e ovos.

- Verifique se todos os laticínios foram feitos com leite pasteurizado. Evite queijos como camembert, brie, gorgonzola e roquefort. Queijos tipo frescal, apenas se você tiver certeza de que foi feito com leite pasteurizado.

- Peixes de agua doce, cação, peixe-espada e tubarão podem conter níveis perigosos de mercúrio, e devem ser evitados.

- Se sua família tem histórico de alergias (como a nozes, castanhas, amendoin, etc) é melhor evita-los.

- Álcool e cigarro são extremamente prejudiciais ao bebê. Evite também ficar muito próximo de fumantes, principalmente em locais não arejados.

- Diminua ao máximo sua ingestão de cafeína. Não passe de uma ou duas xícaras de café por dia. E cuidado com outros alimentos e bebidas que possuem cafeína, como refrigerantes a base de cola, bebidas energéticas e chocolate.

- Beba muita agua. A recomendação de 2 litros de agua por dia é ainda mais importante durante a gravidez e deve ser aumentada durante a amamentação.

- Consuma alimentos ricos em ferro e cálcio, como folhas verde escuro (espinafre, brócolis, escarola) e carnes vermelhas, leite e derivados.

- Preste atenção aos seus desejos, eles mostram quais vitaminas e minerais estão em falta em seu corpo.

E o mais importante, não se prive de comer alguma coisa só porque não é a mais saudável. Um bolo de chocolate, um brigadeiro, um doce bem gostoso ou um salgado frito de vez em quando não vão fazer mal. São os exageros que causam problemas, contanto que você não faça destes alimentos a base da sua alimentação, não existe nenhum problema em matar a vontade de uma coisa menos saudável.

Curta a gravidez em todos os momentos, não se prive de comer alguma coisa ou de fazer alguma coisa apenas porque está grávida. Siga sempre as recomendações do seu obstetra e tire todas as suas dúvidas sobre o que você precisa fazer e o que você pode fazer em cada fase da gestação para ter um bebê saudável e aproveite todos os momentos.

A Be Little quer ajudar você a cuidar do seu bebê com todo carinho e cuidado. Nossa linha de roupinhas vai desde o tamanho prematuro até 8 anos, e nossa linha de roupinhas para bebês são feitas com tecidos de qualidade, macios e super confortáveis para não irritar a pele sensível do bebê. Nossos pijaminhas, macacões e bodies são práticos e cheios de charme. Aproveite esses meses de gravidez para preparar o enxoval do seu bebê e escolha roupinhas, jogos de lençol, toalhas e mantas que vão combinar perfeitamente com o quartinho do seu filho.

Ganhe 10% de desconto na compra de qualquer item da coleção Spring, de primavera. Utilize o código PRIMAVERA antes de finalizar a compra e aproveite!