Ter um bebê é uma sensação incrível. Segurar seu bebê nos braços pela primeira vez é indescritível. Você pega seu bebê, aquela pessoinha perfeita nos seus braços, cuida dela, dá de comer, canta pra fazer dormir, acorda de madrugada... seu mundo gira em torno dele, tudo o que você consegue pensar é no seu bebê, que precisa e depende de você pra tudo. Até que isso acaba. Por um motivo ou outro, mais cedo ou mais tarde, é hora de levar seu bebê para a creche.

A maior dor de uma mãe nesse momento é ter que deixar seu bebê nas mãos de uma pessoa estranha. Não importa se você pesquisou dezenas de escolinhas, conheceu várias, conversou com professoras, diretoras, outras mães... nada disso importa. O que importa nesse momento é que você vai deixar seu filho com outra pessoa. Vai ficar longe dele por uma hora, duas, uma manhã, o dia todo. E vai contar cada segundo até que ele esteja novamente em seus braços. Eu me lembro da dor enorme dentro do meu coração no 1o dia que eu tive que deixar meus filhos gêmeos na escola quando eles tinham 18 meses...

Seu bebê passou toda a vida dele sob seus cuidados. É você quem dizia a hora de comer, de dormir, de brincar. Mas deixar seu filho na creche, ficar longe dele por algumas horas não é bom só para o bebê, mas também para a mãe. É esse o momento de se redescobrir como mulher, independente do filho, tendo novamente tempo para trabalhar, cuidar de si mesma, descobrir novos interesses.

Os primeiros dias serão difíceis, pode haver choro – tanto do bebê quanto da mãe – mas aos poucos a criança vai se acostumando com a nova rotina e a mãe também vai se acostumando a passar algum tempo longe do filho.

É esse o momento de crescimento, de independência e de aprendizado. São os primeiros passos de seu bebê no mundo. Um mundo onde ele vai conhecer outras crianças, vai descobrir coisas novas e aprender. E assim que ele voltar para os seus braços vai querer compartilhar com você tudo o que aprendeu de novo. Seja com um sorriso ao te ver novamente, seja com palavras enroladas de uma criança que ainda está aprendendo a falar, seja com palavras, contando todos os detalhes do dia dele.

O mais importante nesse primeiro dia de escola é poder confiar que no fim do dia a mamãe vai estar lá, pronta pra buscar e ouvir tudo o que a criança tem a dizer. Os pais podem sofrer com a distancia, mas ver seus filhos darem os seus primeiros passos no mundo é algo que vai ficar com seu bebê para sempre.

É trabalho dos pais fazer com que seus filhos estejam preparados para esse dia. Conversar e explicar o que vai acontecer – se seu filho já tiver idade para entender –, estar lá na hora exata pra buscar ele na escolinha, acompanhar o desenvolvimento dele na escola, perguntar sobre os amiguinhos que fez, admirar os trabalhos de escola e, acima de tudo, continuar demonstrando o amor que sente.

Preparar a criança é a parte mais importante. Talvez levar para conhecer a escola antes do primeiro dia, separar uma roupa especial, lembrar de levar um brinquedo especial (se a escola permitir) e deixar seu filho na escola com um sorriso no rosto, mesmo que tenha vontade de chorar.

Em uma situação nova, as crianças olham para os pais procurando apoio, e se eles vêem que a mãe está chorando, vão começar a associar a escola com uma coisa ruim, e a chance de eles começarem a chorar aumenta. E muito. Ter o apoio dos pais nesse momento é importante. Tanto na entrada quanto na saída da escola.

Ter uma roupa apropriada para o primeiro dia também é importante. Uma roupa confortável é essencial para que seu filho possa aproveitar o primeiro dia na escola. Se a escola não exige uniforme, deixar seu filho ajudar a escolher a roupa para usar nesse dia especial é uma ótima maneira de mostrar que a opinião dele tem valor. Quanto mais incluído seu filho se sente, mais ele verá a escola de forma positiva.

A Be Little oferece uma variada gama de roupas que podem ser usadas na escola. Nossa linha de calças e shorts moletinho são perfeitas para o conforto de seu filho nesse momento tão importante da vida dele. A camiseta basic e a nossa linha de body completam esse look deixando seu filho ainda mais preparado para dar seus primeiros passos no mundo. Se o seu filho dorme na creche, levar um lençol Be Little, macio e com o cheirinho dele pode ajudar na adaptação. Se a creche permitir leve junto nos dias mais frios a mantinha que ele usa para manter a temperatura do corpo.

Então, boa aula a todos!

Lu Bechara